sábado, 26 de julho de 2008

Temor

Temor.
No dicionário significa: medo, susto, pavor, terror, receio e sentimento profundo de reverência ou respeito. No sentido figurado: pessoa ou coisa que causa medo, pontualidade, zelo, escrúpulo.
Hoje, falando com o Senhor, orei a Deus pedindo que protegesse os missionário que estão numa determinada cidade e que guardasse a vida das pessoas que estivessem escondendo estes missionários. E lembrei-me de Raabe nesta oração. Raabe era uma prostituta e escondeu dois espias na casa dela. Ela ouviu tudo sobre o Deus dos hebreus e temeu.
“Temos ouvido como o Senhor secou as águas do mar Vermelho diante de vós, quando saíeis do Egito, e também o que fizestes aos dois reis dos amorreus, Seom e Ogue, que estavam além do Jordão, os quais destruístes. Ouvindo isto, desmaiou-nos o coração, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença, pois o Senhor vosso Deus é Deus em cima nos céus e em baixo na terra.”Josué 2:10-11.
Quando Raabe disse aos espias que o ‘coração desmaiou’ significa que o medo, o pavor alcançou o coração deles. Este temor foi tão grande que a construção dos muros em Jericó foi uma forma de proteger a cidade contra o povo hebreu
“Ora, Jericó estava rigorosamente cerrada, por causa dos filhos de Israel. Ninguém saía nem entrava” Josué 6:1
Os dicionários explicam que cerrada significa fechar, cercar de. E Jericó foi cercada por muros e em cima destes muros haviam casas construídas para dificultar a invasão. A casa de Raabe ficava em cima dos muros de Jericó.
O fato é conhecido de todos, os muros de Jericó caíram e somente a casa de Raabe continuou em pé. E isso aconteceu por causa do temor de Raabe. Ela ouviu tudo sobre Deus e os seus feitos. O temor de Raabe era no sentido de medo? Pode ser, e não a recrimino, pois os feitos de Deus faziam com que as pessoas que não conhecem a Deus ficassem com medo. Tenta imaginar uma coluna de fogo, é de assustar realmente. No livro de êxodo 20:18-19 diz assim: “ Quando o povo viu os trovões e os relâmpagos, e o clangor da buzina, e o monte fumegante, tremeu de medo, retirou-se, pôs-se de longe, e disse a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos. Mas não fale Deus conosco, para que não morramos.”
É tão interessante isto que o povo ficou com medo de Deus e disseram que ouviriam tudo o que Moisés diria. Mas, não foi o que aconteceu. De todos aqueles que saíram do Egito e viram os feitos de Deus, somente Josué e Calebe entraram em Canaã. O restante morreu no deserto, pois não ouviram a Deus, por causa do medo que sentiam de Deus e não ouviram a Moisés.
Eu aprendo que o medo mata. O medo faz com que nos afastemos de Deus e caminhemos para a morte, não a morte física, mas a espiritual. Moisés não entrou na cidade prometida, não foi por causa do medo, mas foi por outro motivo que veremos mais tarde.
O temor que sentimos significa reverência, respeito. Quando tememos ao Senhor, não temos medo de ouvir a sua voz e cumprimos os seus mandamentos.
Raabe se converteu ao Senhor depois que ouviu tudo o que Ele fez desde o Egito até aquele momento em que escondeu os espias e ajudou-os a escapar. Ela declarou que ' O Senhor vosso Deus é Deus em cima nos céus e em baixo na terra.' Ela reconheceu a soberania de Deus e o pavor que provavelmente tenha tido, transformou se em reverência ao Senhor.

O Espírito Santo que habita em nós, não nos deixa sentir medo, mas leva nos a reverenciar ao Rei dos reis e Senhor dos senhores e obedecer a palavra do Senhor e praticá-la. Isto faz com que cheguemos mais perto de Deus e conhecê-lo e prosseguir em conhecer ao Senhor.
Beijos.

domingo, 20 de julho de 2008

Confiança


“ Parai de confiar no homem, cujo fôlego está no seu nariz....”
Isaias 2:22


Confiança é um dos quesitos mais importante para uma relação.
Desde criança, aprendemos em confiar em nossos pais. Temos a certeza de que eles cuidaram e não deixaram que caiamos. Aprendemos a confiar em amigos e em nós mesmos.
Quando perdemos a confiança em alguém, para adquirir esta confiança novamente é difícil. A pessoa magoada deixa de acreditar até mesmo na própria sombra. Às vezes atribui a culpa para si e isso faz com que a tristeza profunda estabeleça no coração.
Há caso de pessoas que não consegue confiar nas pessoas e não porque foi ferida, mas talvez por ver ou ouvir tantas barbaridades, esta pessoa prefere se proteger desta forma, não confiando nas pessoas.
O mais interessante e que o Senhor nos ensina a não confiar nos homens; como está escrito no versículo acima. O profeta Isaías estava vivendo num lugar em que os homens estavam em pecado. Faziam com que as pessoas se desviassem da verdade. Havia líderes arrogantes que fazia qualquer coisa acontecer em qualquer hora.
Estas situações acontecem hoje. Muitas pessoas desprezam a Bíblia e principalmente o Antigo Testamento. Mas quando lemos o Antigo Testamento, vemos que a atitude do homem é a mesma. A diferença é que a arrogância do homem está mais sofisticada, cheio de tecnologia. E isto faz com que tenhamos dificuldade em confiar em alguém. Quantas pessoas que planejam a derrota de outros. São poucas as pessoas que se alegram com a vitória de alguém, que desejam que alguém seja próspero, que seja bem sucedido na profissão.
Bom é confiar totalmente em Deus. Pois, Ele é quem conhece a nossa vida melhor que nós mesmos. Ele sabe que somos pó, e que estamos à mercê de tudo que nos cerca. Mas, Ele nos deu a capacidade de saber o que é certo e o que é errado e esta é uma das situações que daremos conta a Ele se as obras que fazemos aqui são boas ou más. No entanto, há algo mais que Deus buscará saber de nós; se nós temos aceitado e crido em seu Único Filho, Jesus Cristo e confiado em seus ensinamentos e praticado durante a nossa curta vida. Se nós cremos que, Ele morreu e no terceiro dia, Jesus Cristo ressuscitou e subiu aos céus e está vivo, assentado à direita de Deus e que intercede por nós. Será que temos esta confiança de que estamos guardados por Deus através do sangue de Jesus que nos redime de todo pecado? Cabe a cada um de nós pensar nisso.
Esta é a confiança que devemos ter. Confiar totalmente em Deus. Não significa que não devemos confiar nas pessoas, mas não devemos esperar algo delas, pois elas são passíveis a erros e, conseqüentemente, fazer com que percamos a confiança nelas.
Confiemos inteiramente em Deus e na sua justiça.
Beijos

sábado, 19 de julho de 2008

Batalha

" Nesta batalha, não tereis de pelejar. Parai, estai em pé, e vede a salvação do Senhor para convosco, ó Judá e Jerusalém. Não temais, nem vos assusteis. Amanhã saí-lhes ao encontro, e o Senhor será convosco."



“...vem contra ti uma grande multidão...”. Foram estas as palavras que disseram ao rei Josafá. E o que o rei fez? Ele buscou ao Senhor com jejum e orações.
Mais uma vez aprendo com meus irmãos do antigo testamento.
Todos os dias, vivemos numa batalha. E o principal inimigo desta batalha somos nós. Nós acreditamos que podemos fazer qualquer coisa, em qualquer hora, em qualquer momento; em muitos casos achamos que não precisamos de ajuda.
Josafá mostrou que sem a ajuda de Deus, não sobreviveria nesta batalha e buscou o Senhor com jejum, com oração e Deus ouviu o clamor deste rei.
Que batalha há na nossa vida que seja maior do que o nosso Deus? Não há e nem haverá luta que Deus não possa agir.
A partir do momento que entregamos tudo nas mãos de Deus; Ele, na sua infinita misericórdia, estende as suas mãos e peleja por nós. O Senhor diz na sua palavra que esta peleja não é nossa. Estes problemas que vivemos com desemprego, doenças, angústia, lutas e tantos outros casos são constantes na nossa vida. A questão é a quem buscar nos momento tribulados? A resposta é simples; devemos buscar a Deus, confiar na sua bondade.
O Senhor diz assim: “...parai, estai de pé,...” corremos para todos os lados em busca de socorro. Pare é o que o Senhor diz; aguarde em silêncio a salvação do Senhor e porque estamos prostrados diante destas lutas. Devemos nos esforçar para levantar a cabeça e confiar que Ele fará o melhor acontecer na nossa vida. ‘...e vede a salvação do Senhor...’. Quando há confiança Nele, as soluções dos problemas serão vistas, ou seja, tudo ocorrerá diante dos nossos olhos. Se Deus está conosco, podemos ir a qualquer lugar em paz, sem medo e nos alegrar com a vitória.
Buscar e confiar no Senhor é a principal vitória que podemos ter nesta batalha. Nada é impossível para quem busca a Deus, pois Deus faz o impossível acontecer. Tire o eu posso, eu faço da mente e permita que Deus oriente e veja a salvação do Senhor na sua vida.
Beijos

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Limpeza profunda

“Asa fez o que era bom e reto aos olhos do Senhor seu Deus. Tirou os altares dos deuses estranhos, e os altos , e quebrou as colunas e cortou os postes-ídolos. Mandou a Judá que buscasse ao Senhor Deus de seus pais, e que observasse a lei e o mandamento. Tirou de todas as cidades de Judá os altos e os altares do incenso, e o reino este em paz sob ele.” 2 Crônicas 14: 2-5.

È bom ler o antigo testamento. Aprende-se muito com os acertos e erros dos nossos irmãos que tiveram um contato com Deus de forma gloriosa.
Lendo o livro de 2 Crônicas 14, aprendi muitas coisas com o rei Asa que reinou em Judá. Citei apenas os versículos acima, mas o capítulo todo é interessante ler e meditar no que está escrito.
Neste capítulo, o rei Asa faz uma limpeza na cidade. Tira tudo aquilo que é abominável aos olhos do Senhor. Depois mandou que o povo buscasse a Deus e guardasse os mandamentos. Desta forma, Deus deu paz aquele povo.
Quando temos guardado em nossos corações alguma paixão que põe o Senhor Deus em segundo lugar ou por último; isto é caracterizado como idolatria. Se deixarmos a vida cotidiana do trabalho, estudos ou romances acima de Deus; também é algo que não agrada a Deus. E em nossa vida não a paz, porquanto todas as solicitudes da vida estão em primeiro lugar.
O que aprendemos com o rei Asa é lançar no lixo todas estas coisas; limpar o coração e deixar que Deus venha fazer morada em nós. Somente assim, é que teremos paz. Assisti a um filme que tem uma cena interessante. O personagem principal era um herói, e ele andou no meio de um tiroteio e algumas balas o atingiam, mas não o feriam e ele andava em paz. Trazendo para a nossa vida isso, podemos afirmar que esta é a paz que Deus nos dá.
O rei Asa fez esta reforma toda e houve paz no lugar. Enquanto havia paz, o rei edificava muros e torres. “Disse a Judá: Edifiquemos estas cidades, e cerquemo-las de muros e torres, portas e ferrolhos. A terra ainda está em paz diante de nós, porque buscamos ao Senhor nosso Deus; buscamo-lo, e ele nos deu repouso em redor. Portanto, edificaram, e prosperaram.” 2 Cr14:7
Durante o momento de paz, o rei Asa não bobeou; ele edificou muros e torres, portas e ferrolhos para proteger a cidade. Quando fazemos a limpeza e jogamos tudo fora, Deus nos dá paz e durante este momento de paz o que fazemos? Curtimos a vida. Usamos esta paz para gastar novamente, para viajar, para fazer qualquer outra coisa, menos buscar mais ainda a Deus. Se Deus nos deu a paz, ai que devemos buscar mais ainda a Ele e nos cercar com muros de orações, portas da palavra e buscar assim ficarmos firmes como ferrolhos. Foi o que o rei Asa fez e, ainda assim, preparou o exército. Devemos sempre estar nos edificando através da palavra, da oração. Quando temos uma vida de consagração a Deus, ainda que venham as dificuldades, temos a certeza da vitória.
O ponto principal de tudo isso está na confiança total em Deus. Neste momento, Asa confiou plenamente no Senhor quando Zerá, o etíope, se levantou contra eles. Quando as diversidades se levantam contra nós, em quem devemos confiar? Se confiarmos em Deus, tudo será resolvido. Foi o que aconteceu com Asa; Deus destruiu aquele povo que veio contra o seu povo e deu-lhes a vitória. Deus age desta forma com qualquer que o busque e confia Nele.
Um esclarecimento muito importante.
Os nossos inimigos não são as pessoas que torcem para que sejamos derrotados. Alguma pessoa que age assim precisa conhecer a Deus e saber o quanto Ele o ama. Logo, não devemos orar a Deus pedindo para que destrua aquela pessoa por causa disso ou daquilo; deve-se aprender a perdoar e ajudá-lo nas suas necessidades. Em Efésios 6:12 diz: “Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e sim contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes.”
Nos tempos do rei Asa havia muitas lutas, pessoas que se levantavam contra uma cidade para tomá-la. No entanto, uma diferença existia; junto ao rei Asa tinha a presença de Deus que criou o céu e a terra e do lado do inimigo, no caso Zerá, tinha um deus de barro, que nada podia fazer.
Geralmente, os povos que eram inimigos do povo de Deus serviam a um deus de barro, de madeira e o povo sacrificava até mesmo crianças a esses deuses, atitude que Deus abomina. Quando Deus pediu a Abraão sacrificar Isaque, Deus queria ver se Abraão tinha Deus em primeiro lugar ou o filho Isaque; e Abraão foi aprovado, Deus viu que ele sacrificaria o seu único filho por amor a Deus. Deus disse a Abraão para que não tocasse no menino. Ou seja, Deus não aceita sacrifício humano.
Este era o grande fato de haver muitas guerras e povos destruídos. Os pecados ali cometidos eram grandes e abomináveis ao Senhor. Se o povo de Deus estava limpo, sem pecado, eles venciam a batalha porque Deus estava com eles, mas se eles pecassem, eles seriam derrotados, pois Deus não anda ao lado de pecadores; a não ser que este pecador venha se arrepender dos seus pecados, limpar e jogar fora todo lixo que está no coração e permitir que Deus venha fazer morada nele, neste caso; Deus perdoa e começa a andar com ele.
No capítulo 15 do livro de 2 Crônicas versículo 2 diz: “...O Senhor está convosco, quando vós estais com ele. Se o buscardes, o achareis; porém, se o deixardes, ele vos deixará.”
Um povo sem Deus vive perdido, derrotado; mas se o busca com coração limpo, Ele estende a suas mãos para resgatar e restaurar estas pessoas que vivem em guerra consigo mesma ou com outros.
Que possamos aprender com o rei Asa através deste capítulo 14 que mostra o caminho reto e que agrada ao Senhor.
Deus está de braços abertos esperando para dar conforto, enxugar as lágrimas e dar alegria. E isso depende apenas de nós. Se quisermos ter uma vida de amor, paz e alegria, basta buscarmos a Deus. Aceitar ao Senhor Jesus Cristo, o Filho único de Deus. Tê-lo como Senhor e Salvador de nossas vidas. Crer que Ele morreu na cruz e ressuscitou e está vivo e se assenta ao lado de Deus Todo-Poderoso e intercede por nós.
Que Deus abençoe a todos.
Kátia

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Frutos do Verão

Frutos do Verão


“ O Senhor Jeová assim me fez ver: e eis aqui um cesto de frutos do verão. E disse: Que vês, Amós? E eu disse : Um cesto de frutos do verão. Então o Senhor me disse: Chegou o fim sobre o meu povo Israel; daqui por diante nunca mais passarei por ele.
Amós : 8:1-2

Frutas são deliciosas. Todo nutricionista diz que é bom comer frutas. Cada fruta tem as vitaminas necessárias para um bom funcionamento do organismo.
No versículo citado, fala sobre um cesto de frutos do verão. Mas, por que o Senhor disse ao povo de Israel que é chegado o fim deles? O que tem a ver frutos do verão com o povo de Israel?
Vocês já viram um cesto lindo de frutas e quando você vai pegar uma para comer o gosto está horrível.
Deus comparou a atitude do povo de Israel com o cesto de frutas do verão que a aparência do fruto era boa, mas o gosto já não era tão bom assim. Uma fruta estragada traz uma conseqüência, digamos que incômoda para o organismo.
Era assim que o povo de Israel estava. O comportamento deles não agradava a Deus;era incômodo para Ele.
Eles enganavam as pessoas, humilhavam os pobres enfim.
O Fim chegou até eles.
Hoje, não é diferente. Vemos tanta injustiça neste mundo e Deus tem falado através das escrituras que o fim está chegando.
As pessoas não estão atentas ao que está acontecendo no mundo. A Califórnia está em chamas, a água virou combustível, quanto mais jogam, mais as chamas se alastram. Terremotos até mesmo no Brasil, coisa que nunca poderia ter, assim diz os estudiosos. Pais matando filhos, filhos matando pais, casamentos sendo destruídos, pedofilia e muitas outras situações que não agrada a Deus.
Estes são sinais da volta do Senhor Jesus e muitos estão ocupados com a vida material e preferem deixar para cuidar do espírito na velhice.
Há um versículo que é muito forte, mas acontecem todos os dias. “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” Mateus: 16:26. Leia também estes versículos que diz: “Então direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos. Descansa, come e bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma. Então o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.” Lucas 12: 19-21
Isto acontecia nos tempos do profeta Amós e, por isso, Deus o levantou para profetizar contra o povo de Israel, pois eles estavam vivendo de forma errada, cheio de injustiça e ficando cada vez mais rico através da exploração do pobre. A história não mudou. Quantos têm adquirido bens de forma ilícita, explorando as pessoas. E Jesus ensina a todos nós que busquemos o Reino de Deus em primeiro lugar e a sua justiça. Deus ama a justiça e deseja que todos nós andemos em justiça. Caso queiram continuar erroneamente, cabe a Deus julgar a nós, assim como o juízo de Deus chegou ao povo de Israel, também chegará a nós.
No entanto, Deus é misericordioso e se houver arrependimento e conversão ao Senhor; o Todo Poderoso dará mais uma chance. Ele perdoa os pecados do povo e restaura a vida de qualquer que o buscar; foi uma promessa ao povo de Israel. Assim também, Deus fará com o pecador arrependido. Basta crer e confiar em Deus.

Agradeço a ti Senhor pelas palavras deste texto. Que estas palavras venham alertar as pessoas para a volta do Senhor Jesus e que almas sejam libertas, curadas e que venham ter a alegria da tua salvação.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Tudo




Tudo.


Palavra pequena,


Mas de significado amplo.


Palavra que abrange


a necessidade de cada pessoa.


Tudo, apenas tudo.


Tudo que preciso está


num único nome


Jesus.


Ele é meu tudo.


Diálogo com Deus

É interessante notar que o mundo gospel tem gerado celebridades. O que tenho mais notado é que o ser humano que se converte ao Senhor Je...