quarta-feira, 16 de julho de 2008

Limpeza profunda

“Asa fez o que era bom e reto aos olhos do Senhor seu Deus. Tirou os altares dos deuses estranhos, e os altos , e quebrou as colunas e cortou os postes-ídolos. Mandou a Judá que buscasse ao Senhor Deus de seus pais, e que observasse a lei e o mandamento. Tirou de todas as cidades de Judá os altos e os altares do incenso, e o reino este em paz sob ele.” 2 Crônicas 14: 2-5.

È bom ler o antigo testamento. Aprende-se muito com os acertos e erros dos nossos irmãos que tiveram um contato com Deus de forma gloriosa.
Lendo o livro de 2 Crônicas 14, aprendi muitas coisas com o rei Asa que reinou em Judá. Citei apenas os versículos acima, mas o capítulo todo é interessante ler e meditar no que está escrito.
Neste capítulo, o rei Asa faz uma limpeza na cidade. Tira tudo aquilo que é abominável aos olhos do Senhor. Depois mandou que o povo buscasse a Deus e guardasse os mandamentos. Desta forma, Deus deu paz aquele povo.
Quando temos guardado em nossos corações alguma paixão que põe o Senhor Deus em segundo lugar ou por último; isto é caracterizado como idolatria. Se deixarmos a vida cotidiana do trabalho, estudos ou romances acima de Deus; também é algo que não agrada a Deus. E em nossa vida não a paz, porquanto todas as solicitudes da vida estão em primeiro lugar.
O que aprendemos com o rei Asa é lançar no lixo todas estas coisas; limpar o coração e deixar que Deus venha fazer morada em nós. Somente assim, é que teremos paz. Assisti a um filme que tem uma cena interessante. O personagem principal era um herói, e ele andou no meio de um tiroteio e algumas balas o atingiam, mas não o feriam e ele andava em paz. Trazendo para a nossa vida isso, podemos afirmar que esta é a paz que Deus nos dá.
O rei Asa fez esta reforma toda e houve paz no lugar. Enquanto havia paz, o rei edificava muros e torres. “Disse a Judá: Edifiquemos estas cidades, e cerquemo-las de muros e torres, portas e ferrolhos. A terra ainda está em paz diante de nós, porque buscamos ao Senhor nosso Deus; buscamo-lo, e ele nos deu repouso em redor. Portanto, edificaram, e prosperaram.” 2 Cr14:7
Durante o momento de paz, o rei Asa não bobeou; ele edificou muros e torres, portas e ferrolhos para proteger a cidade. Quando fazemos a limpeza e jogamos tudo fora, Deus nos dá paz e durante este momento de paz o que fazemos? Curtimos a vida. Usamos esta paz para gastar novamente, para viajar, para fazer qualquer outra coisa, menos buscar mais ainda a Deus. Se Deus nos deu a paz, ai que devemos buscar mais ainda a Ele e nos cercar com muros de orações, portas da palavra e buscar assim ficarmos firmes como ferrolhos. Foi o que o rei Asa fez e, ainda assim, preparou o exército. Devemos sempre estar nos edificando através da palavra, da oração. Quando temos uma vida de consagração a Deus, ainda que venham as dificuldades, temos a certeza da vitória.
O ponto principal de tudo isso está na confiança total em Deus. Neste momento, Asa confiou plenamente no Senhor quando Zerá, o etíope, se levantou contra eles. Quando as diversidades se levantam contra nós, em quem devemos confiar? Se confiarmos em Deus, tudo será resolvido. Foi o que aconteceu com Asa; Deus destruiu aquele povo que veio contra o seu povo e deu-lhes a vitória. Deus age desta forma com qualquer que o busque e confia Nele.
Um esclarecimento muito importante.
Os nossos inimigos não são as pessoas que torcem para que sejamos derrotados. Alguma pessoa que age assim precisa conhecer a Deus e saber o quanto Ele o ama. Logo, não devemos orar a Deus pedindo para que destrua aquela pessoa por causa disso ou daquilo; deve-se aprender a perdoar e ajudá-lo nas suas necessidades. Em Efésios 6:12 diz: “Pois não temos de lutar contra a carne e o sangue, e sim contra os principados, contra as potestades, contra os poderes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais da maldade nas regiões celestes.”
Nos tempos do rei Asa havia muitas lutas, pessoas que se levantavam contra uma cidade para tomá-la. No entanto, uma diferença existia; junto ao rei Asa tinha a presença de Deus que criou o céu e a terra e do lado do inimigo, no caso Zerá, tinha um deus de barro, que nada podia fazer.
Geralmente, os povos que eram inimigos do povo de Deus serviam a um deus de barro, de madeira e o povo sacrificava até mesmo crianças a esses deuses, atitude que Deus abomina. Quando Deus pediu a Abraão sacrificar Isaque, Deus queria ver se Abraão tinha Deus em primeiro lugar ou o filho Isaque; e Abraão foi aprovado, Deus viu que ele sacrificaria o seu único filho por amor a Deus. Deus disse a Abraão para que não tocasse no menino. Ou seja, Deus não aceita sacrifício humano.
Este era o grande fato de haver muitas guerras e povos destruídos. Os pecados ali cometidos eram grandes e abomináveis ao Senhor. Se o povo de Deus estava limpo, sem pecado, eles venciam a batalha porque Deus estava com eles, mas se eles pecassem, eles seriam derrotados, pois Deus não anda ao lado de pecadores; a não ser que este pecador venha se arrepender dos seus pecados, limpar e jogar fora todo lixo que está no coração e permitir que Deus venha fazer morada nele, neste caso; Deus perdoa e começa a andar com ele.
No capítulo 15 do livro de 2 Crônicas versículo 2 diz: “...O Senhor está convosco, quando vós estais com ele. Se o buscardes, o achareis; porém, se o deixardes, ele vos deixará.”
Um povo sem Deus vive perdido, derrotado; mas se o busca com coração limpo, Ele estende a suas mãos para resgatar e restaurar estas pessoas que vivem em guerra consigo mesma ou com outros.
Que possamos aprender com o rei Asa através deste capítulo 14 que mostra o caminho reto e que agrada ao Senhor.
Deus está de braços abertos esperando para dar conforto, enxugar as lágrimas e dar alegria. E isso depende apenas de nós. Se quisermos ter uma vida de amor, paz e alegria, basta buscarmos a Deus. Aceitar ao Senhor Jesus Cristo, o Filho único de Deus. Tê-lo como Senhor e Salvador de nossas vidas. Crer que Ele morreu na cruz e ressuscitou e está vivo e se assenta ao lado de Deus Todo-Poderoso e intercede por nós.
Que Deus abençoe a todos.
Kátia

Diálogo com Deus

É interessante notar que o mundo gospel tem gerado celebridades. O que tenho mais notado é que o ser humano que se converte ao Senhor Je...